dormitório bebê | apartamento | São Paulo | 2017

As pequenas intervenções são sempre interessantes. Reaproveitar, transformar e redescobrir ambientes, objetos e móveis antigos podem resultar em gratas surpresas. Afinal, o espaço pode ser pequeno mas os resultados grandiosos.
 
Os orgulhosos papais não queriam um quarto de bebê convencional. Os tons pastéis ficaram apenas na parte superior das paredes: um belo rosa chá. O dormitório foi idealizado para se desenvolver no tempo da bebê. Uma mini vila que cresce assim como sua proprietária. As montanhas estilizadas são em adesivo vinílico chumbo e poderão ser rabiscadas à vontade com giz, bastando limpar com pano úmido depois. O berço se transformará em mini cama e, posteriormente, em cabaninha. E a cômoda, que num primeiro momento será utilizada como trocador, após a bebê crescer será desempilhada transformando-se em aparador organizador. Do teto pende o móbile dourado que juntamente com a poltrona na cor verde bandeira completam a paleta de cores.  

FER.ANA II